Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquela Runner Obcecada

Aquela Runner Obcecada

Dicas para não stressar após festas e outras coisas

Boas peeps :)

 

Hoje o post é sobre uma coisa que nos atormenta. O pós Natal e pós ano Novo. Pessoas como eu que já tiveram algum problema alimentar, ou porque fomos mais magros ou porque fomos mais gordos, costuma sentir-se culpado por comer uma rabanada, ou por comer aquela sobremesa que só se come no natal, ou porque bebemos demasiado alcool na passagem de ano... Levante a mão quem não se sente culpado por ceder às festividades desta quadra. Apesar de neste natal não ter abusado, talvez por o meu corpo não lidar bem a comer demasiadas porcarias, o sentimento de culpa esteve sempre presente, e os sentimentos de compensação e a vontade de o fazer também. E sim eu fiz após o 25 de Dezembro, mas porque o meu psicológico precisava disso. E como não posso correr, pior foi o sentimento. Mas vamos lá ver...

 

O nosso psicológico é mesmo muito forte. Sabemos pela racionalidade que não é por comer mil sonhos, kg de bolo rei, kg de carneiro que vamos estragar o trabalho de ano inteiro. Há pessoas que continuam a ser correctinhas na alimentação nestes dias e eu pergunto porquê? Precisas de provar algo a alguém? Não! Mas é preciso provar a nós que conseguimos ultrapassar as vozes da cabeça. Hoje trago pequenas dicas (que para mim também são úteis) que nos podem ajudar a sobreviver às vozes da cabeça e claro sobreviver às festividades:

1-Perdido por um, perdido por mil

Calma pessoal. Agora que comeram um sonho, uma rabanada, um pudim, não precisam de comer até vomitar. Desfrutem do máximo que puderem. Eu já passei por isso. Nas alturas de "comilança" eu ok, não comi o ano todo vou perder a cabeça e no dia a seguir vou beber água all day long. Não! Não façam isso. Nos dias em que tem as perdições à mesa, não precisam de comer este mundo e o próximo. Se sobrar muita comida não se sintam na oibrigação de a comer só por estar ali. Porque não dividis os males  pela aldeia, dar a quem mais precisa ou dar a um familiar. Não comam só porque "já que estou aqui...". É pior que o soneto, comam até ficarem satisfeitos de forma a desfrutar e não só porque sim.Acreditem que empaturrar é pior emenda que o soneto porque as vozes de culpa vão moer o juízo. Nem 8 nem 80. 

 

2-Aumenta o consumo de água e chás

É pouco provável que ganhes imenso peso no natal em forma de gordura. O máximo que pode acontecer é ganhar uma bela barriga inchada o que é normalíssimo porque o corpo não está habituado a receber comida frita ou processada. Comidas mais fortes, mais salgadas resultam numa bela barrigada (sim também me aconteceu), mas isso não passa de mero inchaço. O que aconselho é que bebam imensos líquidos. Hidratem-se durante e após as festividades, Durante as festividades é essencial porque nós pensamos, ok tenho fome e vou comer. Não, nem sempre é fome que temos, é sede. Bebam água e chás diuréticos para reduzir a retenção de líquidos. Vão reduzir o inchaço e vão sentir-se bem melhor. Não stressem se virem uma barriga enorme. It's Temporary!!! Chá de cavalinha, hibisco são vossos amigos e claro água aromatizada para quem quiser ajuda também.

 

3-Faz exercício, mas não abuses!

Acho que isto vocês devem fazer. Chama-se a lei da compensação ou da não culpa. Ovbiamente se corrermos 20 km ou ficarmos no ginásio 3 horas a suar que nem porcos a culpa de comer vai ser menor. Mas beware, não é assim. Durante este Natal, tive imensas dificudades. Não pude fazer a minha corrida longa usual. Nem a última do ano, nem a primeira. Sim comi. Não comi este mundo e o próximo. Sim fui ao ginásio, mas não estive lá horas a fio até porque o tempo não o permite e eu não vou pemitir que a minha cabeça me deixe. E também porque o meu namorado esteve fora e quis aproveitar mais o tempo para estar com ele enqunto está cá e não focada em manter o peso. Sinceramente não noto alterações no corpo. Mas ovbiamente o psicológico mexe comigo. Não queiram matar-se no ginásio. Não façam horas e horas de cardio. Façam desporto com peso e medida. Durante estas duas semanas só treinei 4 x por semana e não muito além de 1:10... 

 

4-Voltar à rotina 

Não é fácil. A primeira coisa que nos ocorre na cabeça , é cortar os hidratos de carbono, fazer detox disto e daquilo. Para quê? Pensem nas festividades como o cheat meal. Se voltarem à rotina dão aquele choque ao metabolismo que precisam. Não é de todo fácil no dia 26 comer aquelas quantidades normais que costumamos comer. Mas é essencial não dramatizar. Se precisarem para o bem do psicológico, façam-no. Reduzam um pouco os hcs ou as quantidades, mas não passem o dia a beber líquidos... Ovbiamente não nascemos para fazer essas coisas. O essencial é ser normal e ovbiamente passar os dias pós natal a beber líquidos não é a melhor política... Não se esqueçam que o peso que aumentaram no natal não passa de mero inchaço. Quanto mais depressa voltamrem  à rotina, mais depressa o corpo reage a isso de forma positiva.

 

 

5-Aposta em alimentos com muita fibra

É normal após o Natal ficarmos com o instestino mais preguiçoso e claro não ir à casa de banho resulta num maior inchaço. O que fazer então? Além de beber água, devem apostar em alimentos com muita fibra. Aveia, legumes, alimentos integrais para a flora instestinal andar reguladinha. Consumir iogurte, se forem intolerantes à lactose têm sempre opções sem lactose. Consumir linhaça e fruta que ajude na prisão de ventre tal como a ameixa e a maça também são exelentes. E claro evitem alimentos também demasiado fibrosos. Há alimentos (mesmo legumes) que podem atrapalhar os intstestinos. O ideal é comer de tudo bebendo muita água para a máquina funcionar bem.

 

 

6-Snacks sem culpa

Sentem-se mesmo muito culpados?Não devem parar de comer. Escolham snacks fáceis de transportar como cenoura crua, frutos secos (com moderação), façam bolinhos low carb. Comam um pequeno almoço mais soft ( eu nestes dias adoro as zoats, papas de claras com muito pouca aveia e muita corgette). Ao almoço comam muita muita sopinha e priviligem os legumes na refeição principal sempre com uma pequena percentagem de hcs e proteína. Comam frutinha e pronto. 

 

 

 

Pronto estas são as minhas dicas, que resultam comigo. Sem 8 nem 80, pois eu já fui daquelas pessoas que no dia de Natal ia fazer a corrida de 21 km para não me sentir mal, que ia para o ginásio hora s a fioe  fazia 50 aulas ... Já fui aquela que cortava nops hcs e fazia detox de couve e sementes. Hoje é dia 2. Não treino desde sexta feira, não vou treinar hoje e amanha só irei ao ginásio fazer uma aula de cycling só para não parar completamente. Estou a aproveitar os últimos dias com o namorado e depois obviamente volto à minha rotina rotina. Acho que esta redução substancial de desporto fez-me muito bem, apesar de me ter bloqueado a cabeça e feito regredir um pouco, mas creio ter ajudado na minha lesão poi tenho sentido menos dores e já experimentei fazer uma pequena corrida na passadeira e correu bem. Vou fazer uma corridinha em breve,mas talvez no final desta semana e avaliar como estou e em breve dou novidades.

 

Espero que tenham tido um exelente Natal e que tenham entrado no novo ano com o pé direito.

 

Tenham noção de que não é por o ano mudar, o calendário mudar que a vossa via irá mudar. tem de ser vocês a impôr a mudança. Não façam falsas promessas, sejam iguais a vocês mesmos. Eu acredito em que devemos fazer pequenas mudanças para cumprir os nossos objectivos e não prometer eu em 2017 vou.... Não façam isso. Maior parte das pessoas faz resoluções de ano novo e acabam por não cumprir, o ideal é que vivam um dia de cada vez...

 

 

E para fechar o ano de 2016 eis os meus melhores momentos :)

Foto de Miriam Martins.

No dia em que conheci a Mariline. 

Foto de Miriam Martins.

O meu primeiro Trail. Apesar de ter ficado lesionada desde aí não me arrependo de o ter feito.

 

Foto de Locomotiva de Paranhos.

Na wings. A prova que amei fazer . Fiquei em primeiro na minha categoria em Portugal e fui a decima primeira a fazer mais km em Portugal. 30 km e mais uns metros

 

Foto de FAZatletismo.

A primeira prova como atleta federada. 

 

Foto de Miriam Martins.

Na bosh onde fiz o meu melhor tempo aos 10 km

 

 

Foto de Miriam Martins.

Em ovar após ter estado um mes sem correr

 

Foto de Miriam Martins.

Com uma rapariga fantástica, no meu trabalho numa empresa

 

Foto de Miriam Martins.

a fazer o que mais gosto

 

Foto de Miriam Martins.

Com a Ana Reis, uma inspiração e uma pessoa fantástica !!

 

Foto de Miriam Martins.

A primeira vez que fiz 30 km 

 

Foto de Miriam Martins.

Em Lisboa onde bati RP e conheci o Alexandre

Foto de Miriam Martins.

A fechar o ano de 2016 :)

 

Foto de Miriam Martins.

A ultima prova do ano lesionada 

 

 

Foto de Miriam Martins.

Com o homem da minha vida 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D