Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquela Runner Obcecada

Aquela Runner Obcecada

Meia Maratona de Ílhavo - Reflexão

Boa Tarde,

 

Hoje o post é dedicado à prova que decorreu no passado domingo , 8 de Abril em Ílhavo.

Vou fazer uma súmula do que foi a minha prova, as sensações que senti, os erros que cometi e claro fazer uma pequenina reflexão.

 

Em 2017 participei na 1 ª edição, tendo participado de quase todos os treinos organizados pela Atletas NET, contudo por na altura a minha condição física estar condicionada ao que vocês já sabem, tive que abdicar da minha participação e decidi na altura ser parte integrante na organização como pacer. Como alguns não devem saber, um pacer é uma pessoa que vai na prova com uma bandeira ou um balão com indicação de um ritmo que os participantes tem a seguir quando têm um determinado objectivo de tempo na prova. No meu caso, já não me recordo ao certo fui como pacer de 5'15 ou 5'30. Na altura tinha o pé torcido, mas isso vim a descobrir dois dias depois quando fui ao fisioterapeuta.

Portanto este ano decidi que iria à prova competir por ser especial para mim. Tenho duas meias que considero especiais, a de Ovar porque foi  primeira que fiz após uns meses de ter tido o acidente e a de Ílhavo por ser parte do distrito onde vivo, a minha casa, onde as pessoas são de um carinho enorme e sobretudo pessoas que são minhas amigas. Estar do lado competitivo este ano foi algo que quis muito e decidi inscrever-me, não com vista a obter algum lugar específico mas sim superar-me.

Se me perguntarem se ia com intenção de ir ao pódio, a minha resposta é esta. Não. Eu não contava ir ao pódio, ia sim com objectivo de estar nas 10 primeiras classificadas mas ia mais com o comprimisso de tentar novamente recorde pessoal o que consegui sem grandes dificuldades.

Durante a semana que antecedeu a prova cumpri com o meu plano de treino (sim eu é que tenho na cabeça delineado o que vou fazer e o que resulta comigo de acordo com aquilo que eu vou conhecendo de mim própria). Cometi um erro no início da semana. No domingo da Páscoa fiz um treino rápido com média de 4'01 (quase 18 km) e no dia seguinte fiz novamente a mesma distância também esta a um ritmo rápido de 4'08. O erro não foi fazer estes km no espaço destes dois dias, mas sim ter passeado a minha cadela a Lady na segunda feira, numa caminhada de duas horas. Basicamente 10 km a caminhar e isso foi suficiente para eu durante a semana andar um pouco moída. Fiquei preocupada sim porque durante a semana andei a pagar a fatura (continuei a correr, a tentar ir num ritmo mais baixo,uma vez que ando sempre a "rolar" quase à velocidade que compito em prova e consegui, embora tenha andado meia empenada nessa semana. Fiz séries na quarta feira só para dar um boost às pernitas, mais uns km no dia a seguir e na sexta decidi ir à piscina fazer uma espécie de recuperação activa que verdade seja dita foi o que me safou porque no dia seguinte estava impecável, tendo feito no dia antes da prova 10 km rápidos sem dar por ela a 4'05. Mas adiante... Falo nisto porque considero que a semana que antecede uma prova deve ser mais soft para garantir que chegamos ao dia D impecáveis e uma boa recuperação nesses dias antes da prova é fundamental, isso inclui descanso, uma boa preparação física, uma alimentação regular e claro dormir bem...

29597425_1774328675956584_1380704135863296926_n.jp

Treino da Páscoa (1 de Abril)

 

 

 

30440964_1781209401935178_5902497568331399168_n.jp

Sábado 7 de Abril um dia antes da prova

 

 

 

Posso dizer que no sábado dormi umas míseras 4 horas resultado das minhas insónias e claro ansiedade...

 

Dormi pouco é certo porque estava demasiado anciosa. Posso dizer que esses nervos vinham do facto de os meus amigos e pessoas que me seguem terem expectativas elevadas quanto ao que eu iria fazer na prova e mesmo eu não querendo provar nada a ninguém, mexeu comigo emocionalmente porque não quero iludir ninguém e porque verdade seja dita eu sou a pessoa que mais duvida de mim e das minhas capacidades. Eu sou assim, na minha humildade de atleta amadora, sendo que muitas pessoas dizem que eu sou uma máquina e eu apenas sou uma comum mortal que ama correr...E isso será sempre o meu shot que me fará calçar as sapatilhas e ir correr e não porque alguém me diz que vou longe... Eu sou assim e orgulho-me de o ser. Serei sempre fiel a mim mesma com a premissa de que os meus objectivos não é ir aos jogos olimpicos ou ser uma atleta super profissional pois não faz parte da minha lista de ambições.

 

Agora o dia D. 

 

Foi incrível desde o início ao fim. Estava muito nervosa mas os nervos começaram a ser substituídos por abraços e beijos de gente que já não via há imenso tempo, conheci pessoas que queria conhecer, estive com os meus amigos e os nervos começaram a dissipar. Eu estava em casa e ia correr em casa.

A estratégia inicial era acompanhar o meu manito, o Milton, iamos os dois focados na 1'20. No entanto por algum entusiamos inicial e por mais uma vez não olhar para o relógio, comecei rápido demais e deixei o Milton para trás (ele veio apanhar-me depois mais à frente). Dado o tiro de partida sem ter noção ia em primeiro que não era  a minha intenção, pois tinha duas grandes atletas a correr aquela prova, a Carla e a Vera e sei que impor um ritmo semelhante logo de início foi só por mera distração. 

30415224_1877557175608048_3254808315208663040_o.jp

Eu com o fogo no cu, que pensava que a Vera e a Carla iam lá à frente xD

 

Quando dei conta encaixei naquele ritmo meu e elas seguiram no seu, mal sabia eu que iria ser a 3ª mulher até cortar a meta. Durante a maior parte da prova mantive-me sempre certinha (quem me segue no strava vê) e mantive sempre uma gestão ponderada. sentia-me super bem mas cometi um erro crasso e levem para vocês porque faz enorme diferença.

Desidratação!!!

Eu não bebi nenhum gole de água durante toda a prova, parei sim em todos os abastecimentos mas para pegar na garrafinha de água e molhar o corpo, porque eu sou o tipo de pessoa que não toma géis, não bebe água, basicamente eu sou um alien xD. Mas nesse dia paguei a factura. Ao km 17 comecei a ter dores  de barriga, bem cólicas chamem-lhe assim. E isto foi assim durante os restantes km até chegar à meta. Estratégias? Não impor demasiada velocidade porque iria piorar então abrandei um pouco sem me preocupar com o relógio ( já não ia a olhar e não) e tentei manter-me abstraída. Sempre no meu mundo como já sabem. Sinceramente e porque não ia a olhar para o relógio não sei bem que tempo iria fazer, foi uma enigmática... Soube que ia bater recorde pessoal quando cheguei à meta e vi o cronómetro... E eu vou um pouco assim pela surpresa e é nestas alturas que fico feliz porque me surpreendo com as minhas capacidades. 

30412639_1782516775137774_7452382490422935552_n.jp

Altura em que o manito me veio apanhar 

30530629_1783254008397384_5114495752416002048_n.jp

30415592_2086590844714824_2574300661604679680_o.jp

 

 

 

Devo agradecer ao André Nobre por me ter feito companhia quase a prova toda, ao senhor ciclista que teve de ir ali ao meu lado com a placa de 3ª mulher, ao meu treinador chato que me ia buzinando para me manter como estava, ao meu namorado que é só incrível por me aturar e a toda a gente que gosta de mim como eu sou, amigos que correm e que não correm e que me deram sempre uma palavra de força. 

A minha chegada à meta não foi digna de capa de revista (ver foto infra xD) mas cheguei. Peço desculpa ao José por o ter despachado, porque ali o objectivo era correr ao WC xD .

30412105_1663022297127528_4850779821229211648_n.jp

 

Funny story.

 

Assim foi a minha prova em Ílhavo em que o objetivo era ser feliz e sentir-me bem o que aconteceu mesmo apesar desse condicionalismo a partir dos 17, uma prova em que dei abraços fortes e estive com amigos, onde partilhei o pódio com duas grandes atletas, onde o meu namorado também ele fez uma bela prova nos 7 km (és o meu orgulho apesar de seres mau feitio), onde fui brindada com carinho e bem recebida...Simplesmente um misto de emoções, emoções fossem elas "intestinais" ou meramente sentimentais... Senti-me bem, senti-me em casa e isso é mais uma das coisas que me faz gostar tanto de correr, porque correr não é só correr, é as relações que nós ganhamos, amigos que se ganham para uma vida, partilhas de recordes e objectivos, é viver aquele momento e pronto...

30415321_1782516805137771_1921103987776421888_n.jp

 

 

30412623_1782516915137760_6260653263352233984_n.jp

 

 

E aqui segue então, não foi 1'20 como queria mas foi 1'21, 23 segundos. Se ter ingerido água podia ter sido crucial para um tempo diferente, talvez sim, talvez não, não me ralo com isso, apenas me ralo quando falho um comprimisso e o comprimisso ali era ser feliz e eu fui.

 

Beijinhos :)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D