Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Aquela Runner Obcecada

Aquela Runner Obcecada

Quero muito perder peso, mas a cabeça não deixa

Perder peso não tem muito que se lhe diga...

 

Comer menos e gastar mais, ou simplesmente comer menos do que o corpo necessita. irão perder peso. Défice calórico, é uma fórmula muito básica e simples. Se é simples é fácil, porém não é fácil quando a cabeça não acompanha. É ridiculamente fácil dar cabo do plano de perda de peso com coisas simples. Um jantar ali, uma sobremesa ali, uns copinhos de vinho... 

 

Porém há certas maneiras de dar a volta ao cérebro para a perda de peso não ser prejudicada. Antes de mais precisam de interiorizar que querem perder peso, e a motivação há-de surgir daí. Sejam determinadas. Se disseram na passagem de ano, que este ano iam emagrecer, façam dessa promessa obra.

cerebro-568x355.jpg

 

 

Então como programar a nossa cabecinha pensadora a comer bem sem dar facadas na dieta?

 

1) Meter a balança numa caixa e enterra-la num buraco escuro- Ok, ok. Não é preciso tanto. Mas não precisam de se pesar todos os dias. Já falei disto antes e falo novamente, pois joga muito com a cabeça. Quem começa um novo plano alimentar, tem a tendência de acreditar que o peso vai mudar drasticamente. Mas não é bem assim. O peso varia muito. Ou é inchaço, água... Por exemplo. Há quem se pese todos os dias a seguir ao desporto. Está mal. Então imaginem foram encharcar o chão do ginásio com o vosso suor... E pesam-se a seguir. Obviamente que o peso será inferior, mas não se esqueçam que água é peso. Assim que beberem água pesam o mesmo ou mais. Dentro do nosso organismo passa muita coisa, há dias em a digestão demora mais tempo e os fluidos demoram mais a sair e o peso oscila.

O ideal: uma vez por semana, depois de irem à pipi house, com a mesma roupa (ou sem ela), e à mesma hora no mesmo dia. Assim conseguem ver mudanças realistas.

 

2) Ver os alimentos fitness de outra perspectiva- Uma pessoa quando pensa em emagrecer, faz uma imagem na cabeça: cozidos, grelhados, comida sem piada, que lástima... Se pensarem assim não vão longe. Uma alimentação saudável está longe de ser chata e sem graça. Há muitas formas de incluir alimentos saudáveis sem dar por isso. Fazer salteados com legumes, chips de batata doce no forno, estufar alimentos com pouca gordura, lasanhas vegetarianas... Oh malta, dêem cor aos vossos pratos. Até existem bolinhos que podem fazer sem culpa que nos fazem ir aos céus. Actualmente há muitas receitas saudáveis, que até aprecem pratos hipercalóricos. Comer bem não significa passar fome.

 

O ideal- Ir vendo quais os legumes, frutas que mais gostam. Reduzir o consumo de carne de porco e enchidos. Ver receitas versáteis e saudáveis fáceis de fazer. Hoje em dia têm acesso a muita informação. É só quererem.

 

3) Pensar que estão com fome- Há quem coma a voar, como se o dia acabasse amanhã. Gente, vivemos com pressa, mas ainda nos engasgamos com um brócolo na garganta com tanto speed. Usem o speed nos treinos, a comer comam devagar. Porquê? Quanto mais tempo demoram a mastigar, mais depressa o cérebro irá pensar que está a ficar saciado. Este tipo de comunicação deve demorar 15 minutos, por isso se pensarem, 15 minutos não é muito tempo. Se trabalharem em restauração, sei que é difícil. Eu não sabia comer em mais de um minuto, nem podia. O ver TV, ler enquanto se come, também compromete o cérebro, e isso faz-nos comer mais, pois o cérebro está a processar outras informações, e não consegue perceber se está ou não saciado. O resultado. Vão comer mais, porque pensam que ainda não saciaram a fome.

 

O ideal- Em todas as refeições, façam delas uma rotina. Vão parar para comer. Tudo o resto esqueçam. Acordem mais cedo para tomar o pequeno almoço, na hora de almoço e jantar demorem 15 minutos a comer, de preferência sentados.

 

4) Perguntem a vocês mesmos, porque querem emagrecer-  Quanto querem perder? 5? 10? O que vos leva a emagrecer? Definam uma meta, pois sem metas, não há como atingir resultados. E definam metas que sejam concretizáveis. Nunca na vida irão perder 10 kg numa semana para caber naquele vestido que viram mas não vos serve. Pensem nesse vestido e imaginem-se daqui a um mês nele. 

 

O ideal- Sejam realistas e optimistas. perder peso não é tão difícil, há é que estruturar um plano e metas  a seguir para as coisas resultarem. Sem alicerces não há casa que aguente.

 

 

5)Não eliminem certos alimentos- Decidiram perder peso quando a vossa família ou amigos vos convidaram a ir lá jantar a casa para comer o seu prato preferido. Boa!! Não precisam de ser fundamentalistas. Começaram agora, e é normal que a coisa custe muito no início. O problema às vezes não é a qualidade, mas sim a quantidade. Imaginem que é lasanha, bem, comam um pouco com muita salada. Não eliminem, reduzam a quantidade, porque se optarem por não comer de todo, será mais fácil caírem em tentação mais tarde e em quantidades exageradas.

 

O ideal- Comam devagar e bebam bastante água para "forrar" o estômago. Assim que começarem a perder peso, poderão fazer este tipo de refeições uma vez por semana para dar um choque ao metabolismo, já sabem que falo do cheat meal.

 

6) Começaram a ir ao ginásio e suam que nem campeões- Agora que começaram uma rotina de exercícios, começarão a ver que custa muito no início. Porém a sensação de esforço, confunde-se com a sensação de que podemos recompensar. Imaginem, tiveram a fazer 2 horas na passadeira e a a passadeira diz que gastaram 2.000 calorias. As máquinas nos ginásios enganam. Depois como acham que gastaram imensas calorias, acabaram cansados, podem comer alguma coisinha calórica. E lá vão vocês à pastelaria comer um bolinho, porque merecem...

 

O ideal- Prémios após treinar. esqueçam. Não vão perder peso. Com muita sorte irão manter o peso e ficar tonificados. Mas não saem daí. Se comerem logo que saiam do ginásio, porcarias, aí tem problemas, porque nessa altura o corpo absorve tudo. Para saberem também as calorias queimadas, usem um relógio que meça as calorias. Na Decathalon encontram deles super baratos e assim não criam falsas ilusões.

 

7) Fiz asneiras hoje, só recomeço na semana a seguir- Não se culpem se falharam um dia. Não é um mero dia que arruína a vossa evolução, mas sim a acumulação e dias a continuar  a fazer asneiras e pensar que na próxima semana resolvem isso. A próxima semana passa a ser na outra a seguir, e por ai adiante, e quando dão por vocês, é outro ano outra vez a fazer juras no ano novo.

 

O ideal- Reconhecer que erraram e recomeçar no dia seguinte. garanto-vos que as coisas normalizam e não desistem facilmente. 

 

8) Ver a dieta como coisa passageira- Eu prefiro chamar a uma dieta, um estilo de vida e não dieta. Porque dieta é vista como privação, fome, sacrifício. Vejam esta nova rotina alimentar como um garante de que vivem muitos bons anos. Sem problemas de peso, de coração, de baixa-auto-estima. Eu reconheço a minha "dieta" como um estilo de vida em que há margem de manobra para tudo, sou feliz com o meu corpo e  comigo. Faço o desporto que gosto e não me privo de certas coisas, embora a mim não me façam falta. Por exemplo no outro dia, fui ao Porto e não me puxou nada a francesinha, mas o salmão grelhado puxou e o queijinho também com a broa de milho. Para o meu namorado eu fico cismada com o peso e ser magra, mas sinceramente não são coisas que me puxem a atenção. Para mim soube melhor estes pequenos prazeres( a broa e o queijo) do que uma tosta com bué molho e queijo. Encontrem o vosso equilíbrio, sem pensar que estão de dieta.

 

9) Não se enganem a vocês e aos outros- É comum ver pessoas a partilhar refeições nas redes sociais. Têm um plano alimentar, contudo dão umas marteladas no pão ali, naquela bolacha acolá, dão uma trinca aqui... Estas pequenas trincas, que não levamos em conta confundem o cérebro. Achamos que não vamos engordar a trincar e a petiscar mas enganam-se... Se puderem e tiverem o TLC, há um programa que é o Secret Eaters, em que as pessoas não sabem as razões de perderem peso. Comem de forma saudável, mas esquecem os petiscos, e com estes petiscos somam 1000 calorias que nos fazem engordar. 

 

O ideal- Se estão a começar, têm um plano alimentar, o melhor é que tenham um diário alimentar para evitar compulsões alimentares. eu já tive e resultou lindamente, pois eu costuma petiscar muito, inclusive quando vinha do ginásio, o que era normal em mim, pois fazia treinos bi-diários, entre 17 ou 18 km de manhã e idas frequentes ao ginásio... Mas petiscava comidas que não tinham interesse nutricional nenhum...

 

 

10) Olho que não vê, nariz que não cheira, gordura que não se instala- Já estou a inventar. Not really. Vocês só podem comer porcarias se tiverem acesso a elas certo? Ora pois bem. Quando forem às compras (convém que comam antes de ir), façam uma lista de comidinha boa e saudável. Não incluam alimentos processados. assim só compram comida boa. além de pouparem uns euros, ficam pesados na carteira e leves no corpo. O mesmo é válido quando saem à rua. Evitem andar com muitos trocos. Experimentem andar com uma nota de dez. Se andarem com trocos a tendência é ir comprar alguma coisa na pastelaria. Se tiverem uma notinha, não a vão querer gastar de certeza. Pensem nesses 10 euros como uma refeição completa para toda a família. Com dez euros conseguem fazer altos pratos

 

 

Espero que isto ajude. O cérebro é das coisas mais complexas que o corpo tem. Mas se formos matreiros, conseguimos convence-lo de que nós é que mandamos e não os nossos impulsos e desejos. Imaginem o vosso desejo maior que é sentirem-se com mais energia, mais leves, com a pele mais bonita, caberem naquela roupa que deixou de servir... Imaginem todas as vantagens de saber lidar com a cabecinha pensadora. O nosso cérebro é frágil nessas coisas, e para as coisas terem sucesso, há que educa-lo. 

 

mm.jpg

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D